Home » Leonardo

Leonardo

Leonardo Picciani nasceu em Nilópolis (RJ), em 6 de novembro de 1979. Está em seu terceiro mandato como deputado federal.

Eleito pela primeira vez em 2002, com 151.942, quando tinha apenas 22 anos, foi reeleito três vezes sempre com expressivo número de votos (173.211, em 2006;  165.630, em 2010; e 180. 741, em 2014, tendo sido o quinto mais votado  no Estado do Rio e o segundo do PMDB-RJ na última eleição).

Leonardo já acumula grande experiência parlamentar. Foi presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara no ano de 2007 e  relatou importantes projetos ao longo de seus mandatos, tais como a mensagem que criou o Programa Federal do Primeiro Emprego (2003), o Marco Regulatório das Agências Reguladoras (2004) e a limitação do uso das Medidas Provisórias pelo Governo Federal (2008). Foi, ainda, relator da CPI da pirataria (2003) e é de sua autoria a PEC que muda o artigo 155 da Constituição Federal, propondo que o ICMS sobr e petróleo e energia passe a ser cobrado nos estados produtores e não no destino final, como ocorre atualmente.


A EXPERIÊNCIA COMO GESTOR

Sua atuação em Brasília levou o governador Sérgio Cabral (PMDB) a convidá-lo para assumir, em janeiro de 2009, uma das pastas mais importantes do governo: a Secretaria de Estado de Habitação (SEH), onde permaneceu até novembro de 2011.

Em pouco menos de três anos à frente da pasta, Leonardo deixou bons resultados: regularizou 12 terrenos do estado para receber cerca de R$ 1 bilhão de obras do Programa Minha casa Minha Vida que beneficiaram 16 mil famílias; reformou 70 conjuntos habitacionais com 80 mil famílias; promoveu amplo programa de urbanização de assentamentos e deu título de posse a mais de 3.500 pessoas.


RETOMADA DO MANDATO EM BRASÍLIA

Leonardo retomou seu mandato em novembro de 2011 com a missão de defender o interesse do Estado do Rio de Janeiro na divisão dos royalties do petróleo. “Eu não poderia estar longe de Brasília em um momento tão decisivo para o Rio”, justifica.

Ao retomar seu mandato, ele voltou a integrar a Comissão de Constituição e Justiça. Também está, como suplente, na Comissão Especial das Copas do Mundo e das Confederações, de grande interesse para o Rio.

Leonardo mora no Rio de Janeiro e tem três filhos (Maria Eduarda, Vittorio e Maria Júlia). A família Picciani é dona do Grupo Monte Verde, especializada em genética bovina. (saiba mais em www.grupomonteverde.com.br).